expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Translate

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Flor-do-baile

Flor-do-baile

Nome científico: Epiphillum phyllanthus.

Sinônimos: Acutirém-biú, pitainha-de-forquilha e comandá.


    Foto: Daniel Carvalho Gonçalves


Ocorrência: Ocorre em praticamente todo o Brasil.

Características: É uma cactácea epífita, com folhas compridas de até um metro, formando touceiras.

Floração: Ocorre em meados da primavera. Emite uma flor no ápice da folha, com cerca de 10 centímetros de diâmetro, variando de barnco-leitoso a amarelo-creme.

Frutificação: Ocorre nos meses de novembro e dezembro. Seu fruto é cor-de-rosa e polpudo, bastante adocicado.


    Foto: Daniel Carvalho Gonçalves


Usos: O fruto pode ser consumido in natura ou em forma de sucos e geleias.

Observação: Muitas pessoas acreditam que essa epífita seja um parasita da planta hospedeira. No entanto, conforme já disse, ela é epífita, ou seja, apenas se abriga na outra planta, mas não se alimenta dela. Alimenta-se dos detritos como restos de folhas depositados nas forquilhas nas quais se hospeda, por exemplo.

Abraço preservacionista!

Nenhum comentário:

Postar um comentário