expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Translate

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Guamuçaí (açaí-da-mata)

Guamuçaí (açaí-da-mata)

Nome científico: Stylogyne depauperata.

Sinônimos populares: Ardísia, capororoca, azeitoninha e pau-de-charco.


    Foto: Daniel Carvalho Gonçalves


Ocorrência: Brasil, nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Bahia.

Características: É uma arvoreta que pode chegar aos 4 metros de altura (dependendo da quantidade de luz recebida), mas raramente ultrapassa os dois metros de altura. Pouco ramificada, caule simples a quíntuplo, cinza. Possui folhas opostas, ovaladas, verdes-claras. Flores pequenas, branco-amareladas. fruto em cachos, arredondados, negros, muito saborosos.

Habitat: Mata atlântica, mata de transição e cerrado.

Tipo de solo: Gosta de solos semi-ácidos, bem drenados.



    Foto: Maria do Carmo Silva


Luminosidade: Meia-sombra a sol pleno. Sua altura depende da quantidade de luz recebida. Quanto maior a quantidade de luz, menor o tamanho.

Multiplicação: Por sementes.

Plantio: Suas sementes devem ser plantadas em solo semi-ácido. Levam de 30 a 60 dias para nascerem. A planta é de crescimento médio, frutificando com cerca de 6 anos.

Status ecológico: Ainda sem risco de extinção.

Dica: Quando encontrar frutas na natureza, ajude a dispersar suas sementes, contribuindo, assim, para a preservação das espécies.

Abraço preservacionista!

Nenhum comentário:

Postar um comentário