expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Translate

sábado, 4 de fevereiro de 2017

Caqui-do-mato

Caqui-do-mato

Nome científico: Diospirus brasiliensis.

Sinônimos populares: Olho-de-boi e jacuíba-açu.


    Foto: Maria do Carmo Silva


Ocorrência: Brasil, na região central.

Habitat: Gosta de mata mata atlântica, matas de transição e cerrado.

Características: É uma árvore de até 9 metros de altura, tronco liso, marrom-acinzentado, bastante esgalhada, densamente folhada, com folhas alternadas,ovaladas, verdes-brilhantes na parte superior e verdes-foscas na parte inferior. Flores pequenas. Frutos arredondados, amarelos quando maduros, com polpa dura (não comestível para humanos), sementes envoltas por um arilo branco, adocicado, comestível. frutifica, dependendo da ocorrência de fevereiro a junho.

Tipo de solo: Solos semi-ácidos, bem drenados.

Luminosidade: De meia-sombra a sol pleno.



    Foto: Daniel Carvalho Gonçalves


Multiplicação: Por sementes. Leva de 30 a 60 dias para nascerem. A árvore começa a frutificar a partir do quarto ano.

Usos: O seu fruto serve de alimentos para micos, macacos e algumas aves. Pode usada na recuperação de matas como reflorestamento primário, devido ao seu rápido desenvolvimento.

Status ecológico: Embora seu habitat esteja constantemente ameaçado, ainda não corre o risco de extinção.
Abraço preservacionista!


Nenhum comentário:

Postar um comentário